Altered Carbon

Altered Carbon – Vale ou Não a pena? – Opinião

“A primeira coisa que aprenderá é que nada é o que parece.”

É assim que Altered Carbon, a nova série de ficção científica da Netflix começa. Já deixando claro ao espectador que a série será repleta de reviravoltas.

Baseada em um romance de mesmo nome, Altered Carbon estreou dia 02 de Fevereiro de 2018 na Netflix. Eu pude maratonar os 10 episódios que compõe a primeira temporada.

A Netflix não poupou gastos, e com um orçamento digno de cinema, fez uma grande aposta para criar o universo da série.

Em Altered Carbon nós vemos um mundo cerca de 350 anos no futuro. A humanidade em suas explorações espaciais encontra uma tecnologia que é capaz de dar ao ser humano vida eterna.

Se tratam dos cartuchos (stacks), são um tipo de “chip” ou HD implantados na base do crânio das pessoas. Estes servem como backup da consciência daquele ser. Caso o corpo seja danificado, morto ou destruído e o cartucho esteja inteiro, aquela pessoa pode retornar a vida em um novo corpo. Os chamados capas (sleeves).

Com isso em mente, nós acompanhamos na série o protagonista Takeshi Kovacs (Joel Kinnaman e Will Yun Lee). Um ex-militar, ex-mercenário, que é reencapado após 250 anos.

Ele é trazido de volta a pedido de um dos homens mais ricos da atualidade. Laurens Bancroft (James Purefoy), que “necessita” das habilidades de Kovacs para desvendar seu próprio assassinato.

Altered Carbon é uma série sci-fi cyberpunk com cara de blockbuster!

Altered Carbon

A partir daí conhecemos outros personagens e seguimos o protagonista entre sua investigação e suas lembranças do passado.

A série é visualmente impecável, vê-se claramente que o dinheiro investido pela Netflix não foi em vão. Altered Carbon tem cara de filmes blockbusters.

E se você achar que a série é muito parecida com Blade Runner ou Ghost in the Shell é porque é. A série não tenta esconder em momento algum de onde vem a inspiração visual e temática.

Altered Carbon é um cyberpunk muito bonito e também muito interessante. Agora se você espera uma revolução no gênero talvez se desaponte, o que não tira o fato da série ser muito boa.

O principal ponto forte é o universo da série em si, todo o lore e possibilidades de expansão são extremamente interessantes. A Netflix tem muita opção de onde seguir com a série.

A ideia das capas também pode vir a ser extremamente útil para manter a série, caso sejam necessárias trocas de atores. Nessa primeira temporada nós vemos o próprio protagonista sendo interpretado por três atores diferentes.

Outro ponto positivo da série é o elenco, que entre os personagens principais e os coadjuvantes conta com atores carismáticos e que entregam o que é necessário.

Controvérsia (whitewashing)

Houve um controvérsia quanto ao personagem principal. Na maior parte da série, ele é vivido por Kinnaman, porém o personagem é de origem asiática originalmente. Agora a capa que corresponde ao ator Joe Kinnaman é caucasiano.

Altered Carbon

Isso levou a acusações contra os produtores e a Netflix de whitewashing. No entanto o ator Will Yun Lee que interpreta a capa original do personagem tem bastante tempo de tela. Aliás é bastante importante para o entendimento do personagem.

De resto a série tem uma variedade de personagens e etnias, além de discussões éticas, filosóficas e religiosas sobre a implicação dos cartuchos e das capas.

Não é algo muito profundo nem inovador, mas que pode ser muito mais explorado com o decorrer das próximas temporadas.

A série usa muito bem de sua classificação 18 anos para explorar violência e nudez, que na maioria dos casos tem propósito dentro da trama e do universo que está sendo mostrado.

E assim como no visual, as cenas de ação também se beneficiam de um orçamento robusto, já que é visível uma qualidade superior desse tipo de cena quanto a outras séries costumam ter.

Conclusão

A trama principal é bem resolvida com algumas reviravoltas e sub-plots interessantes, mas sem grandes inovações no gênero. É um bom romance noir policial ambientado em um universo cyberpunk.

Devido a própria natureza do universo apresentado em Altered Carbon, apesar do desfecho da trama principal da temporada, muitas portas ainda ficaram abertas.

No fim, Altered Carbon é uma boa série de ficção cientifica que tem muito potencial de expandir e explorar coisas novas, e deve manter os fãs do gênero entretidos e bem satisfeitos.

Então se você está em dúvidas em dar uma chance para Altered Carbon, a dica é assista. A série termina com um saldo positivo e demonstra muito potencial para se manter por muitas temporadas.


Deixe seu comentário sobre o que achou de Altered Carbon. E não esqueça de nos seguir nas redes sociais.

E se vocês quiserem que nós tenhamos uma discussão mais elaborada sobre a série, deixe nos comentários e quem sabe podemos gravar um podcast a respeito.

Confiram nossos conteúdos exclusivos sobre Filmes, Séries e Sagas de Cinema e TV.

Tá esperando o que para assistir no Netflix? Vem.

Tags

, , ,